13

maio

15h00

O filme
da minha vida

One Of Us

de João Sequeira

A coleção O Filme da Minha Vida, dirigida pelo artista plástico Tiago Manuel, faz-se do repto lançado pela AO NORTE a autores portugueses de BD e ilustração para que criem um álbum inspirado num filme que tenha deixado marcas nas suas vidas.

No âmbito da programação dos XXIV Encontros de Cinema de Viana será projetado, às 15h00, no Cinema Verde Viana, o filme Freaks, de Tod Browning.

Às 16h30, Tiago Manuel, diretor da coleção, e João Sequeira, o autor, apresentam, na Sede da AO NORTE, One Of Us, o número vinte e sete desta coleção, criado a partir do filme Freaks, e inauguram a exposição com as ilustrações da publicação.

The Anthology O Filme da Minha Vida, directed by Tiago Manuel, is spawned from the challenge set by AO NORTE to Portuguese illustrators and authors of comic books to create an album inspired by a film that has had a profound impact on their lives.

15:00

Exibição do filme

Freaks de Tod Browning (EUA, 1932, 64')

Cinema Verde Viana

freaks

Sinopse

Num circo de horrores, Hans apaixona-se pela bela trapezista Cleópatra, que o rejeita. No entanto, quando Cleópatra descobre que Hans é herdeiro de uma fortuna, ela e seu amante Hércules constroem um plano para ficar com o dinheiro. A conspiração é descoberta pelos outros membros da trupe, que se unem para uma vingança

Ficha técnica

Realização: Tod Browning; Argumento: Tod Robbins; Cinematografia: Merritt B. Gerstad; Montagem: Basil Wrangell; Intérpretes: Wallace Ford, Leila Hyams, Olga Baclanova, Roscoe Ates, Henry Victor, Harry Earles, Daisy Earles, Rose Dione, Daisy Hilton, Violet Hilton, Frances O’Connor, Prince Randian e Schilitzie

O Realizador

Tod Browning (EUA, 1880) foi um realizador, argumentista, produtor e ator norte-americano cuja carreira teve início em simultâneo com o aparecimento do cinema. Aos 16 anos, apaixonado por uma dançarina de circo, foge de casa para se juntar à trupe. Após ter sido palhaço e diretor de um teatro de variedade, conheceu D.W. Griffith, de quem se tornou amigo, fazendo a sua estreia como ator em Intolerância (1916). Depois de trabalhar com ator de filmes mudos assume-se como realizador, transportando para os seus filmes a sua visão macabra e pessimista do mundo, caracterizados pela fantasia, mistério e horror.

16:30

Apresentação do livro
e inauguração da exposição

Sede da Associação AO NORTE

one of us

One Of Us
de João Sequeira

• Encontro com o autor
• Inauguração da exposição de ilustrações para o livro
• Lançamento do livro


Sede da Associação AO NORTE
Praça D. Maria II, n.º 113, r/c
4900-489 Viana do Castelo

Exposição patente de 13 de maio a 30 de junho 2024

O Autor

João Sequeira (Portalegre, 1971) trabalhou como arquitecto durante anos, mas sempre perseguiu formações paralelas em desenho, pintura, banda desenhada e animação, tendo começado os seus primeiros trabalhos criativos em 1994. Participou em muitas exposições e festivais, chegando a ganhar alguns primeiros prémios, e publicou, primeiro em fanzines como a Alçapão, Gambzuine, Tertúlia Bdzine e Efeméride, e na revista Umbra, até se envolver com vários argumentistas, com quem criou livros. Destes, elenquem-se Metamorfina (com Miguel Mocho; Bedeteca de Lisboa: 2005); Psicose (com Miguel Costa Ferreira; El Pep: 2012); F(r)icções (com Nuno Duarte; El Pep: 2014), Tormenta (com André Oliveira; Polvo: 2015, agraciado com o Melhor Desenho para Álbum Português) e Lugar Maldito (também com Oliveira; Polvo: 2017). Entre dezembro de 2017 e fevereiro de 2018, ao abrigo de uma bolsa de investigação da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e da Fundação Calouste Gulbenkian, desenha, no local, todas as fortalezas medievais da fronteira portuguesa com base nos desenhos de Duarte D´Armas de 1508. Nesse ano de 2018, deu início à sua carreira de docência, como professor de desenho na ESTG-IPP, Portalegre. Em 2021 dedica-se exclusivamente à banda desenhada ao abrigo de uma bolsa de criação literária atribuída pela DGLAB. É fruto deste trabalho que nasceu Como Flutuam as Pedras, cocriado com Pedro Moura (A Seita: 2023). Em 2022 vê publicado Espelho da água, uma adaptação que criou de um conto homónimo de Rui Cardoso Martins (Polvo).